Home sustentabilidade Nova entidade promove a prática de avaliação de impacto ambiental no Brasil

Nova entidade promove a prática de avaliação de impacto ambiental no Brasil

153
0

Associação Brasileira de Avaliação de Impacto (ABAI) reúne representantes da iniciativa privada, órgãos públicos, organizações não governamentais e do setor acadêmico.

O Brasil vive um período de grandes investimentos em infraestrutura, que vêm impulsionando o desenvolvimento de vários setores da economia. Alguns desses empreendimentos são de grande porte, como é o caso do megaprojeto de Belo Monte, e causam grandes interferências e transformações no meio ambiente. Para que este tipo de processo seja o mais sustentável e planejado possível é fundamental se difundir no País a cultura da avaliação de impacto. E é justamente para isso que acaba de ser criada a ABAI – Associação Brasileira de Avaliação de Impacto, uma entidade que reúne representantes da iniciativa privada, órgãos públicos, organizações não governamentais e do setor acadêmico.
A primeira diretoria da associação foi empossada durante o 1º Congresso Brasileiro de Avaliação de Impacto e 2ª Conferência da Rede de Língua Portuguesa de Avaliação de Impactos, evento realizado pela ABAI com apoio da VALE durante os dias 15 e 19 de outubro, no Centro de Convenções Rebouças, em São Paulo. Nos próximos dois anos a presidência será exercida pelo professor Marcelo Montaño, da Escola de Engenharia de São Carlos (EESC/USP), que terá o apoio de vice-presidentes dos setores privado, público, empresas de consultoria, acadêmico e diretorias científicas e de eventos e comunicação.
“A ABAI chega com a proposta de organizar os diferentes segmentos que atuam com a temática da avaliação de impactos, procurando construir uma agenda convergente que auxilie no processo de desenvolvimento do país. Há claramente uma demanda em torno de soluções para problemas concretos associados à efetividade dos estudos de impacto e licenciamento ambiental, difusão de boas práticas e qualificação de analistas e consultores ambientais, mas que deve ser orientada por princípios e fundamentos de equidade e sustentabilidade ambiental, algo que a Associação assume como um de seus objetivos principais”, afirma Marcelo Montaño.
“A avaliação de impacto não tem o objetivo apenas de fazer estudos sobre as interferências de um projeto no meio ambiente. É um instrumento auxiliar nas decisões políticas sobre um empreendimento”, destaca Julio de Jesus, coordenador da Rede de Língua Portuguesa de Avaliação de Impactos, que congrega oito países, e participou do evento.

Composição da diretoria da ABAI para o biênio 2012/2014

Presidente
Marcelo Montaño – Escola de Engenharia de São Carlos (EESC/USP)

Vice-presidente administrativo
Evandro Mateus Moretto – Escola de Artes, Ciências e Humanidades (EACH/USP)

Vice-presidente do setor sociedade civil
Rubens Harry Born – Vitae Civilis Instituto para o Desenvolvimento, Meio Ambiente e Paz

Vice-presidente do setor privado
Shelley de Souza Carneiro – Confederação Nacional da Indústria (CNI)

Vice-presidente do setor público
Cristiano Vilardo Nunes Guimarães – IBAMA/RJ

Vice-presidente de empresas de consultoria
Sueli Harume Kakinami – WALM

Vice-presidente do setor acadêmico
Severino Agra Filho – Universidade Federal da Bahia (UFBA)

Diretor de eventos e comunicação
José Francisco do Prado Filho – Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP)

Diretora científica
Rozely Ferreira dos Santos – Universidade de Campinas (Unicamp)

ABAI
A ABAI, organizadora do congresso, tem por missão a excelência nas atividades técnicas, científicas, educacionais, político-institucionais, assistenciais e gerenciais que contribuam para o desenvolvimento do campo da avaliação de impacto no Brasil. O site é http://avaliacaodeimpacto.org.br.

Leia também

  1. Sofit plantará uma árvore para cada veículo gerenciado pelo seu software
  2. Sistema Fiesc promove seminário sobre sustentabilidade em Piratuba, SC
  3. Portonave conquista 19º Prêmio Expressão Ecologia
  4. Click Sustentabilidade promove consciência ambiental
  5. Evento promove debate sobre energia e sustentabilidade