Home sustentabilidade Sofit plantará uma árvore para cada veículo gerenciado pelo seu software

Sofit plantará uma árvore para cada veículo gerenciado pelo seu software

109
0

Empresa espera plantar cerca de mil árvores nativas ainda este ano.

Sediada em Joinville, a Sofit, empresa desenvolvedora de softwares como serviço, especializada em gestão da manutenção de frotas, acaba de anunciar um projeto inovador na área ambiental. A cada novo contrato fechado, a Sofit irá patrocinar o plantio de uma árvore para cada veículo gerenciado pelo seu software, com a expectativa de doar cerca de mil árvores até o final do ano.

Ionan Fernandes, diretor de marketing e canais da Sofit, explica que o diferencial do projeto é que as árvores são identificadas uma a uma e podem ser monitoradas pela internet. “Clientes Sofit poderão visualizar suas árvores ou doar para amigos, com apenas um clique”, comenta. Para viabilizar o projeto, a Sofit firmou parceria inovadora com a Curupira, organização que desenvolve atividades para recuperação e proteção de florestas brasileiras.

O projeto tem como objetivo engajar cidadãos e empresas na recuperação de áreas degradadas a partir do plantio de árvores nativas, além de incentivar os participantes a monitorarem virtualmente o desenvolvimento das plantas adquiridas. Atualmente as ações estão focadas em uma região de Floresta Tropical localizada no Mato Grosso, em uma área de transição entre o cerrado e a Amazônia.

A Sofit fará uma contribuição mensal de acordo com o número de novos veículos gerenciados pelo seu software e a Curupira será responsável por plantar e garantir a propriedade de todas as árvores, identificadas com etiqueta RFID (Radio Frequency Identification), além de disponibilizar os dados para acompanhamento no portal da organização.

Os clientes receberão as coordenadas dos locais onde cada árvore foi plantada e, pelo portal da  Curupira, poderão dar apelidos para as árvores, acompanhar o crescimento das plantas, por meio de fotos e imagens de satélite, calcular a compensação de dióxido de carbono e obter informações periódicas sobre a situação da área como, por exemplo, fotos de animais que passaram a habitar na região após o plantio das árvores.

Além da iniciativa das empresas o projeto também é voltado para pessoas que quiserem adquirir sua própria floresta real. “Entendemos que as pessoas têm consciência dos problemas ambientais e querem ajudar, mas muitas vezes não sabem como executar ações efetivas”, explica Wellington Marcos Machado, sócio-fundador da Curupira.  A organização propõe uma revolução social e ambiental, com expectativa de plantar 5 milhões de árvores em cinco anos, o que corresponde a reparação de 5 mil hectares de florestas nativas.

Leia também

  1. Univali promove seminários sobre Engenharia Ambiental, em Itajaí
  2. Nova entidade promove a prática de avaliação de impacto ambiental no Brasil
  3. Programa estimula destinação correta do óleo de cozinha
  4. Essa moda tem que pegar
  5. Sistema Fiesc promove seminário sobre sustentabilidade em Piratuba, SC